segunda-feira, 17 de junho de 2013

Coroataenses prestam última homenagem as árvores derrubadas pela prefeita Teresa Murad

O “Abraço simbólico à Praça do Pantheon” convocado através das redes sociais em homenagem às seis árvores que foram derrubadas pela prefeita Teresa Murad (PMDB) nos últimos dias 11 e 12 sob a alegação de que as mesmas se encontravam contaminadas por uma praga, o que até o momento não foi comprovado através de documentação.

Logo às 16h30min, os jovens começaram a chegar ao local marcado para o encontro (Praça José Sarney) muitos deles vestido de preto atendendo ao pedido dos mobilizadores do ato. Além dos jovens convocados pelo Facebook, Twitter e por dois dos principais blogues coroataenses (Coroatá de Verdade e Coroatá Conectado), crianças, adultos e idosos que ficaram sabendo do ato através de entrevista na TV ou no rádio. Estimam-se que aproximadamente 400 pessoas estiveram presentes durante o ato e acompanharam os pronunciamento de abertura do ato, entre eles o apresentador Ailson Silva, Waldivino Nunes, o conselheiro estadual de Juventude Samuel Bastos, o ex-vereador Gilmar Arruda e o vereador Cássio Reis, entre outros. Alguns membros do governo municipal também acompanharam o ato de perto.

Desde muito cedo a Guarda Municipal, ou que restou dela, encontrava-se posicionada em frente ao prédio desativado da Prefeitura Municipal de Coroatá, assim como a Polícia Militar que esteve presente no local.

Após as falas os mobilizadores colocaram seis cruzes pintadas de preto (uma para cada árvore cortada) e convidaram os presentes para unirem-se em um abraço simbólico ao local em ficavam as seis árvores que foram derrubadas. Ainda de mãos dadas foi respeitado um minuto de silêncio em memória das companheiras de aproximadamente três décadas da vida dos coroataenses e um minuto de aplauso. Assim que os participantes desfizeram o “abraço”, antes mesmo do ato finalizado, a Guarda Municipal não uniformizada arrancou as cruzes fincadas pelos mobilizadores onde antes se encontravam as árvores que foram cortadas.










Nenhum comentário:

Postar um comentário