segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Projovem em Coroatá não recebe adesão esperada

A Secretaria de Desenvolvimento Social de Coroatá, Esther Moura, responsável pelo desenvolvimento do Projovem na cidade, decepcionou-se com a adesão da juventude ao Projovem no seu município. Das 400 vagas ofertadas no município mais da metade ainda não foram preenchidas. Esther disse que intensificará divulgação a partir desta semana até fevereiro, prazo final para as matriculas.
Em Coroatá, como nos demais municípios deste estado, existe um grande número de jovens com o perfil exigido para o programa, mas entregues a marginalidade não querem voltar para escola, nem mesmo com o incentivo financeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário