quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

O que de fato aconteceu na reunião do Fejma em Caxias?

Nada.

Mais uma vez discussões vazias, brigas de egos, desorganização, intrigas, e muito mais resultou em uma reunião sem nenhum proveito, embora estivessem presentes mais de uma dezena de caravanas de municípios do interior do estado e capital, vereadores jovens eleitos (como Assis Filho e Amanda de Morros), candidatos derrotados (como Jociel Fernandes e Dayana Roberta, etc), conselheiros de juventude (como Gláuber, Lucivaldo, Vandré, Assis Filho), etc. Como de costume tivemos uma reunião com a participação de poucos e o descontentamento de muitos.

Quando as quatro primeiras caravanas de jovens (Coroatá, São Luis, Pio XII e Açailândia) chegaram ao alojamento no Ginásio Poli-esportivo João Castelo, no início da noite da sexta-feira (06), foram recebidas como uma desagradável surpresa: não haveria jantar naquela noite e muito menos cama para dormir (nem mesmo colchões). O jeito foi improvisar um lanche e se ajeitar pelo piso frio da quadra e salas.

Jovens da caravana de Coroatá, que representam o movimento e a cultura de rua, aproveitou o espaço para bater um bola (futebol e principalmente basquete), para o descontentamento do responsável pelo local (o representante do Fejma), enquanto uns vararam a madrugada na única opção cultural que restou: um bar logo em frente (essa é a juventude que queremos?).

As demais caravanas só chegaram, para a sorte delas, no dia seguinte um pouco antes do início da plenária.

A reunião que terminou tumultuada no final da tarde após esvaziamento da plenária nada resolveu, para nada adiantou, marcando uma extraordinária para a cidade turística de Morros (melhor impossível). Espero que lá discutamos algo que se aproveite: quais as ações do Pacto da Juventude? O que faremos para pressionar os legisladores para a aprovação do Plano Estadual de Juventude (PEJ) e da nossa PEC Estadual? Quais as bandeiras de lutas que levaremos ao Fórum Social da Juventude ? Etc. Etc. Etc.

Alfinetadas:

a) Um completo descaso da Prefeitura de Caxias com a juventude, embora exista naquele município uma Secretaria Municipal de Esporte Lazer e Cultura. Prefeito ou vice, nem mesmo o secretário da pasta de juventude compareceu ao evento.

b) A falta de um objetivo definido, e claro, a organização para a realização do encontro resultou mais uma vez em uma discussão vazia, onde não se construiu nenhum produto final ou beneficio à juventude do Maranhão, toda a programação enviada para os municípios fora mudada e os palestrantes anunciados previamente não compareceram.

c) Desentendimentos e brigas desnecessárias entre as lideranças não permitiu nem mesmo a aprovação da ata da reunião anterior (em Coroatá), já que não houve antes do inicio da plenária o cadastro de delegados como estava previsto na programação oficial que havia sido divulgado com antecedência.

d) Quem participou da reunião pode perceber que o Fejma encontra-se num momento de total descrédito do governo e da juventude.

e) A reunião não contou com a presença de políticos locas, nem mesmo teve abertura com a execução do hino nacional, nem mesmo a presença do Conselheiro Nacional Fabrício Lopes não foi possível.

f) É facilmente notado que no momento existe um grupo que tenta dominar as discussões para ganhar mais espaço e poder, porém alguns companheiros já se posicionam contra e enchem-nos de esperanças.

g) Poucos estavam lá para discutir, mais de 80% foi fazer o que eu chamo de juvenTOUR (turismo com dinheiro das prefeituras) e queriam mesmo era se divertir, zoar, curtir uma pegação.

h) Uma nova reunião (extraordinária) foi marcada para a cidade de Morros no início de abril, resta saber se iremos construir uma pagina na história do movimento de juventude, ou mais uma vez fazer juvenTOUR.

i) Haviam nesta reunião muitos que se apresentaram como gestores de juventude e dirigiam aos palestrantes as perguntas mais imbecis possíveis, o que eles já tinham o dever de saber antes de assumir a cadeira nas pastas de juventude.

j) O meu destaque vai para a caravana de Timbiras, cidade vizinha, que já possui uma Secretaria de Esporte e Juventude e teve um gestor eleito pela própria juventude e esteve presente com seu companheiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário